X
Menu principal
Início
Alegrete
Prefeitura
Órgãos
Serviços
Notícias
Galerias
X
Menu de acessibilidade
Ir para conteúdo [1] Ir para menu [2] Ir para busca [3] A- [4] A+ [5] Alternar contraste [6] Mapa do site [7]
Menu de acessibilidade Ir para conteúdo [1] · Ir para menu [2] · Ir para busca [3] A- [4] · A+ [5] · Alternar contraste [6] · Mapa do site [7]
NOTÍCIAS
09/09/2021
É oficial: Alegrete sediará uma das quatro Decrabs do Estado
Na 44ª Expointer, no Parque de Exposições Assis Brasil, nesta quinta-feira (9/9), o prefeito Márcio Amaral presenciou o governador Eduardo Leite anunciar e assinar o decreto que reorganiza e amplia a competência regional das Delegacias de Polícia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato (Decrabs), da Polícia Civil.

Para essa nova divisão, a sede da Decrab de Santiago passará a ser no município de Alegrete. As outras três permanecem nas cidades onde estão atualmente, mas também ampliam a sua competência de atendimento.

Até então, as quatro Decrabs existentes no Estado – Bagé, Santiago, Camaquã e Cruz Alta – atendiam apenas os territórios específicos das Delegacias Regionais às quais estavam ligadas. Agora, passarão a atender todo o Estado, que será dividido em quatro macrorregiões.

O prefeito Márcio Amaral comemorou a escolha e definiu como a soma de muitos esforços das forças vivas do município. “Há meses estamos articulando, debatendo, buscando soluções com o Sindicato Rural, Associação dos Arrozeiros, produtores, deputados e o governo do Estado. É uma vitória de todos, porque nós sabemos a importância de combater o abigeato e crimes ligados ao campo”, comenta.

Entre os benefícios da alteração, a chefia da Polícia Civil destaca a melhor efetividade das ações para prevenir, reprimir e investigar os crimes de abigeato e os demais delitos patrimoniais relacionados à atividade rural, especialmente os que tenham por objeto material insumos, defensivos e maquinários agrícolas, além do combate qualificado às organizações criminosas especializadas.

"Iniciamos a força-tarefa em 2016 e evoluímos com a criação de delegacias especializadas na sequência. Já reduzimos, de 2016 a 2021, acima de 53% os crimes de abigeato. Hoje, estamos dando um novo passo com as novas delegacias, que cobrirão todo o RS, para investigar ainda mais as organizações criminosas, os crimes rurais e abigeatos”, destacou a chefe de Polícia, delegada Nadine Anflor.

Para definição das macrorregiões, a Divisão de Planejamento e Coordenação (Diplanco) da Polícia Civil realizou um estudo que considerou a quantidade de ocorrências registradas de furto abigeato e furto defensivo agrícola no RS, entre os anos de 2016 e 2020, bem como a proporcionalidade na distribuição da área de circunscrição de cada um dos quatro órgãos propostos. A análise também considerou o respeito às circunscrições das regiões policiais, de forma que as Decrabs englobem a totalidade da área das regiões pelas quais serão responsáveis.

O estudo foi objeto de reuniões internas da administração da Polícia Civil, envolvendo os delegados de polícia mobilizados nessas delegacias, assim como encontros com o público externo diretamente ligado ao atendimento por essas unidades especializadas, como a Federação da Agricultura do RS (Farsul) e líderes parlamentares engajados na causa rural.

Confira como ficaram divididas as quatro macrorregiões de atendimento das Decrabs:

I – macrorregião da 1ª Decrab Bagé: 9ª DPRI; 18ª DPRI; 7ª DPRI;
16ª DPRI; 20ª DPRI;

II – macrorregião da 2ª Decrab Alegrete: 4ª DPRI; 12ª DPRI; 21ª
DPRI; 3ª DPRI;

III – macrorregião da 3ª Decrab Camaquã: 23ª DPRI; 1ª DPRI; 2ª
DPRI; 8ª DPRI; 29ª DPRI; 17ª DPRI; 25ª DPRI; 19ª DPRI; e áreas
territoriais da DPRPA, 1ª DPRM, 2ª DPRM e 3ª DPRM do Departamento
de Polícia Metropolitana (DPM/PC);

IV – macrorregião da 4ª Decrab Cruz Alta: 5ª DPRI; 26ª DPRI; 13ª
DPRI; 27ª DPRI; 10ª DPRI; 14ª DPRI; 22ª DPRI; 28ª DPRI; 11ª DPRI; 6ª
DPRI; 24ª DPRI; 15ª DPRI.
Galeria
Últimas notícias Ver todas notícias

Vídeos
#VacinaAlegrete - Covid19
Vídeo Institucional Alegrete