X
Menu principal
Início
Alegrete
Prefeitura
Órgãos
Serviços
Notícias
Galerias
X
Menu de acessibilidade
Ir para conteúdo [1] Ir para menu [2] Ir para busca [3] A- [4] A+ [5] Alternar contraste [6] Mapa do site [7]
Menu de acessibilidade Ir para conteúdo [1] · Ir para menu [2] · Ir para busca [3] A- [4] · A+ [5] · Alternar contraste [6] · Mapa do site [7]
NOTÍCIAS
01/06/2021
Prefeitura busca apoio para construir réplica do prédio da Assembleia Constituinte Republicana Farroupilha
Na última semana, o prefeito Márcio Amaral, o vice-prefeito Jesse Trindade e a secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) entregaram ao deputado estadual Zucco, um pedido de apoio para a Assembleia Legislativa ao projeto da construção da réplica do prédio da Assembleia Constituinte Republicana Farroupilha, que funcionou de 1842 a 1843, em sua terceira capital, em Alegrete. O memorial será construído no Museu do Gaúcho – Ícaro Ferreira da Costa.

A comissão do memorial é presidida pelo historiador Homero Dornelles, historiador, pesquisador e presidente do Conselho Municipal de Patrimônio Histórico e Cultural (COMPAHC).

A casa onde os constituintes elaboraram o projeto foi demolida em 1910 e um novo prédio foi construído no local, localizada na esquina da Rua dos Andradas com a Rua Gaspar Martins, onde hoje funciona uma agência bancária do Itaú. Nesta casa, 36 constituintes eleitos por voto popular e convocados pelo então presidente da República Riograndense, o general Bento Gonçalves da Silva. Destes 36 constituintes, 22 foram indicados para compor a comissão de elaboração da constituição riograndense, primeira constituição republicana no Brasil.
A pedra fundamental do projeto do memorial foi lançada em dezembro de 2014, com a iniciativa do ex-prefeito e então vereador Adão Faraco.

O projeto do memorial à casa onde foi a Assembleia Constituinte Republicana Farroupilha consiste em uma reconstrução cênica da antiga casa. Além da preservação história da memória do legislativo do país, o objetivo do projeto é também manter um espaço educativo, em que poderão ser realizados eventos como encontros, fóruns, seminários, além de apresentações artísticas. “Contamos com ajuda de todos para concretizarmos este projeto. Esta ideia é carregada de simbolismo, pois representa uma das datas mais importantes do Estado”, avalia a secretária Caroline Figueiredo.

O vice-prefeito Jesse Trindade enfatiza que o projeto tem uma grande importância histórica. Nós temos história na alma e no coração. Estamos trabalhando para que se consiga efetivamente realizar este projeto, que será um marco na preservação de nossa memória”, diz o vice-prefeito.

O prefeito Márcio Amaral afirma a iniciativa do projeto começou em 2014 e a administração atual trabalha para coloca-lo em prática. “Nós somos gaúchos, temos história e isso nos diferencia como povo. Povo sem história é povo sem alma. Tenho orgulho de governar uma cidade que se mobiliza para recuperar a sua própria história e transformá-la em turismo”, conclui.
Últimas notícias Ver todas notícias

Vídeos
#VacinaAlegrete - Covid19
Vídeo Institucional Alegrete