X
Menu principal
Início
Alegrete
Prefeitura
Órgãos
Serviços
Notícias
Galerias
X
Menu de acessibilidade
Ir para conteúdo [1] Ir para menu [2] Ir para busca [3] A- [4] A+ [5] Alternar contraste [6] Mapa do site [7]
Menu de acessibilidade Ir para conteúdo [1] · Ir para menu [2] · Ir para busca [3] A- [4] · A+ [5] · Alternar contraste [6] · Mapa do site [7]
NOTÍCIAS
14/05/2021
Marfrig de Alegrete é recomendada a habilitação para exportar carne bovina aos EUA
A Marfrig, maior produtora global de hambúrgueres e uma das líderes mundiais do mercado de carne bovina, acaba de ter mais uma unidade recomendada pelas autoridades a habilitação para exportar aos Estados Unidos - a planta de Alegrete, no Rio Grande do Sul.

A unidade é a quinta da companhia a receber a recomendação e a segunda apenas esse ano, já que em janeiro, a unidade da também gaúcha Bagé recebeu a habilitação. A planta recebeu a recomendação para exportar aos Estados Unidos após passar por uma ampla auditoria na unidade que constatou o cumprimento do protocolo sanitário exigido pelo país.

De acordo com o diretor de exportação da Marfrig, Alisson Navarro, a oportunidade abre portas no mercado mundial “As exigências dos norte-americanos estão alinhadas com as de outros países que se interessam pela carne brasileira”, afirma.

A Marfrig de Alegrete tem atualmente a capacidade de abater 730 cabeças por dia. A companhia está presente no município desde 2011, gerando 600 empregos diretos e apoiando produtores e comunidades locais.

Além de Alegrete, as unidades de Bagé/RS, São Gabriel/RS, Bataguassu/MS e Promissão/SP já são habilitadas a exportar aos Estados Unidos.

O prefeito Márcio Amaral comemorou a conquista da habilitação, que também foi possível devido ao esforço da prefeitura de Alegrete, por meio de um acordo de cooperação técnica com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). "É o grande dia para Alegrete ”, vibrou o prefeito.

Uma das condições de um dos maiores mercados de carne do mundo, os Estados Unidos, para importar do Brasil é que nas plantas frigoríficas parte dos fiscais sejam ligados ao setor público. "Devido a isso, a Prefeitura de Alegrete abriu processo seletivo e contratou, de forma emergencial, 22 fiscais para atuarem na planta do Marfrig aqui no Município. Essa ação faz parte de um acordo de cooperação técnica entre o MAPA e as Prefeituras”, explicou o secretário Municipal de Agricultura e Pecuária, Daniel Gindri.

O vice-prefeito Jesse Trindade enfatiza que a habitação do frigorífico alegretense é uma conquista que envolve toda cadeia produtiva do agronegócio. "É uma vitória de todos e um grande passo para nossa economia”, finalizou.
Galeria
Últimas notícias Ver todas notícias

Vídeos
#VacinaAlegrete - Covid19
Vídeo Institucional Alegrete